10 sinais e sintomas de desequilíbrio hormonal em mulheres

10 sinais e sintomas de desequilíbrio hormonal em mulheres

Hormônios desempenham um papel muito importante em todo o nosso corpo, interferindo nas funções da maioria dos órgãos. Eles são transmissores químicos cuja função é a afetar a função das células. Eles são produzidos nas glândulas endócrinas, células epiteliais e intersticiais.

As vezes quando sentimos estresse, frustração, fome excessiva, entre outros sintomas sem nenhuma razão aparente, os hormônios podem estar envolvidos. Sim, um desequilíbrio hormonal, desempenha um papel importante neste sentido e em muitos outros.

Idade, o ambiente em que vivemos e predisposição genética são elementos que influenciam grandemente para um possível desequilíbrio hormonal. Qualquer variação hormonal pode causar vários sintomas no corpo feminino, que podem alertar-nos sobre esse problema.

10 sinais de desequilíbrio hormonal

Há várias causas que podem mexer com os hormônios do nosso corpo, alguns dos culpados comuns são a menopausa, gravidez, ciclo menstrual, pílula contraceptiva, problemas de tireoide ou diabetes, e fatores relacionados com o estilo de vida, tais como dormir mal, estresse, má alimentação e a falta de exercício físico. Os sinais de um desequilíbrio hormonal incluem:

1 – Distúrbios do sono

Muitas pessoas têm dificuldade em adormecer, especialmente as mulheres, pouco antes de seu período. Isto pode ser devido à queda acentuada do hormônio feminino progesterona, pouco antes da menstruação. Os níveis de progesterona também são reduzidos após o parto. A progesterona tem propriedades relaxantes, então, quando seus níveis caem, pode fazer você se sentir desconfortável.

2 – Acne persistente

Surtos de espinhas são comuns antes da regra devido a alterações hormonais. No entanto, se você sofre de acne constantemente, seus níveis de testosterona podem ser os culpados. A testosterona estimula a produção excessiva de sebo (óleo) na pele, que é uma das principais causas de acne. Quanto maior o nível de testosterona de uma mulher, mais espinhas ela terá.

3 – Esquecimento

Você está constantemente esquecendo as coisas? Isso pode ser um problema hormonal, sobretudo, em relação ao cortisol. O cortisol é um hormônio desencadeado pelo estresse, portanto, quanto mais estresse você tiver, maiores podem ser seus níveis desse hormônio.

Estudos sugerem que altos níveis de cortisol podem dificultar a sua capacidade de aprendizagem e memória, além favorecer a muitos outros problemas de saúde, como perda de massa muscular, aumento do peso, menstruação irregular, osteoporose, Síndrome de Cushing, entre outros.

4 – Fome constante

Você não consegue parar de comer? Seu apetite incontrolável pode ser devido a um desequilíbrio hormonal, que pode estar relacionado com seu sono. Em um estudo, os voluntários que foram privados de sono, tiveram os seus níveis de hormônio grelina (conhecido como hormônio da fome) aumentado, tornando-os extremamente mais famintos, enquanto seus níveis do hormônio leptina (que reduz o apetite) despencaram. Isso indica que as pessoas que dormem mal constantemente tendem a ser mais obesas do que aquelas que dormem bem.

5 – Mudanças de humor

Alterações de humor, como nervosismo, irritabilidade, sensibilidade extrema ou mesmo os estados de ansiedade e depressão, são muito comuns antes da chegada do período e durante a menopausa. Isto é devido a um desequilíbrio geral, afetado principalmente pelos níveis flutuantes dos hormônios femininos estrogênio e progesterona.

6 – Fadiga crônica

É normal sentirmos cansaço de vez em quando, mas quando a fadiga torna-se uma situação crônica que dificulta nossa rotina diária, deve ser estudada. Isto pode ser devido a uma deficiência de hormônios da tireoide, especialmente se você está ganhando peso facilmente.

Esta condição é chamada hipotireoidismo. Os hormônios secretados pela glândula tireoide são responsáveis pela regulação do metabolismo. Quando sofremos uma queda em seus níveis, todo nosso organismo torna-se mais lento, incluindo a digestão e até mesmo ritmo cardíaco.

7 – Ganho de peso

Se você começar a ganhar peso sem mudar sua dieta e sem motivo aparente, os hormônios podem ser os culpados. O cortisol é um deles, que quando está alto, favorece o acúmulo de gordura no corpo. Outro hormônio que leva ao aumento de peso e o acúmulo de gorduras no corpo quando está em excesso é o estrogênio, que está presente em pílulas anticoncepcionais, por exemplo.

8 – Ondas de calor e suores noturnos

As ondas de calor são sintomas comuns durante a menopausa. Inicialmente, acreditava-se que eram causados por uma diminuição de estrógenos. No entanto, estudos recentes demonstraram que isto pode também acontecer por excesso de estrógenos combinado com uma baixa produção de progesterona.

As causas mais comuns são o desequilíbrio de hormônios secretados pelas glândulas suprarrenais, pelos ovários, tireoide, pâncreas e trato digestivo.

9 – Secura vaginal

A secura vaginal pode ser devido à diminuição do estrogênio. Quando uma mulher atinge a meia-idade, o estrogênio começa a diminuir e resultar em mudanças nas paredes da vagina, que pode levar à diminuição da lubrificação natural. Como este problema pode ser desconfortável para a vida sexual, pergunte a um especialista sobre o uso de lubrificante.

10 – Perda da libido

Uma diminuição do desejo sexual também pode ser causada por uma redução do estrogênio. Consulte um especialista se você está se sentindo pouco desejo, pois existem muitos tratamentos hormonais que vão ajudar a melhorar esta condição.

Mais informações

Um desequilíbrio hormonal pode influenciar grandemente nossa saúde. Por isso, é importante conhecer seus sinais e sintomas, especialmente as mulheres que são mais propensas a esses problemas, para buscar um tratamento e conseguir manter uma boa qualidade de vida.

Este artigo te ajudou?
  • +4 curtiram
  • 0 não curtiram