10 maneiras de evitar a prisão de ventre e regular o intestino

Rudney Bem estar, Dicas Saúde 24-09-15 constipação, intestino preso, Prisão de Ventre comentários

Você sabia que quase um terço da população sofre alterações do trânsito intestinal? Além disso, no caso das mulheres, esse problema é geralmente intensifico com outros fatores tais como a gravidez ou a menopausa, provocando um enfraquecimento dos músculos do assoalho pélvico.

A prisão de ventre não é somente um incômodo, é um problema que pode prejudicar sua saúde de várias maneiras. É uma das principais causas de enfraquecimento da musculatura do assoalho pélvico, mas também provoca dores nas costas, dores de cabeça, cansaço, inchaço abdominal, gases, insônia, cólicas, hemorroidas, sangramento… Para combater esse problema, nossa dieta é a melhor arma.

O ritmo intestinal normal pode ser alterado por muitos fatores. A presença de algumas doenças, certos medicamentos, estresse, falta de atividade física ou principalmente devido a maus hábitos na dieta diária, como a escassez de fibras, são algumas das causas mais comuns de alterações no trânsito intestinal.

Alimentos para regular o trânsito intestinal

1 – Probióticos

Você tomou um antibiótico recentemente? Os efeitos dos antibióticos persistem durante algum tempo. Esses medicamentos afetam o estômago e os ácidos digestivos que nos permitem digerir alimentos. Se você está com prisão de ventre após o tratamento com antibióticos, certifique-se de tomar um probiótico de alta qualidade para aumentar as bactérias benéficas de sua flora intestinal.

Probióticos ajudam a tratar o intestino e recuperar as boas bactérias no corpo. No futuro, se você achar que você deve tomar antibióticos, certifique-se de tomar probióticos com eles para evitar danos ao revestimento do estômago.

2 – Ameixa seca

Comer apenas 4 ou 5 ameixas secas por dia pode melhorar o funcionamento de seu intestino. Elas fornecem fibras e outras substâncias que estimulam a atividade dos músculos do cólon e ajudam a melhorar o trato intestinal.

3 – Água

Muitas vezes, os movimentos intestinais podem melhorar simplesmente por beber mais água durante o dia. Tomar entre 8-10 copos de água filtrada pode ajudar na hidratação, melhorar o funcionamento do cérebro e as funções intestinais.

Além disso, se você aumentou seu consumo de fibras para melhorar seu trânsito intestinal, é muito importante aumentar também sua ingestão de água, para não obter o efeito contrário.

4 – Enzimas digestivas

As enzimas digestivas trabalham para ajudar a quebrar o alimento que nós comemos em um ritmo mais rápido. Quanto mais rápido esse trabalho, mais alimentos são processados ​​rapidamente através do cólon. Se você quer comer uma refeição de difícil digestão, procure comer enzimas digestivas uma hora antes.

Alimentos ricos em enzimas digestivas são: abacaxi, mamão, gengibre, entre outros alimentos crus.

5 – Maçã

Uma das causas da prisão de ventre é a falta de fibra natural na dieta. As maçãs são uma boa escolha para garantir seu consumo de fibras, além de ter um baixo índice glicêmico e melhorar o trato digestivo. Além disso, contém uma substância chamada pectina, que ajuda nosso organismo a eliminar o excesso de toxinas. É importante comer a maçã sempre com casca para obter esse benefício.

6 – Exercício

Pratique algum exercício regularmente. Cerca de 20 a 30 minutos por dia vai ajudar a regular seu sistema digestivo e trazer outros benefícios para seu corpo. Comece com atividades leves, como caminhar, nadar ou dançar.

7 – Massagem abdominal

Você pode ajudar com as mãos massageando a região abdominal no sentido horário, para ajudar a soltar o intestino.

8 – Coma devagar

A pressa não é boa. Coma mais devagar e mastigue bem a sua comida. Esse hábito ajuda a digerir os alimentos e previne azias, dores abdominais, queimação, flatulência e a prisão de ventre.

9 – Cuidado com certos alimentos

Reduza o excesso de proteína, farinha branca, gorduras, sal e doces, que em excesso causam mal funcionamento intestinal, constipação e acumulação de toxinas.

10 – Alimentos para evitar

Agora que já conhecemos alguns alimentos que ajudam a evitar o intestino preso, é importante também saber quais devemos favorecem esse problema. Alguns alimentos, quando consumidos em excesso, afetam nosso trânsito intestinal deixando o intestino preguiçoso. Se você tem predisposição a esse problema, evite comer banana-maçã, goiaba, farofa, bolacha água e sal, caju e limão.

Mais informações

Consistência é fundamental para uma boa saúde. Siga as dicas acima para melhorar seu processo de evacuação e sempre que sentir vontade de ir ao banheiro, tente não retardar esse processo, pois segurar a vontade de evacuar também prejudica o funcionamento de seu trânsito intestinal. Evite também tomar laxantes, a menos que seu médico receite.

Este Post te ajudou?
  
  • prisao de ventre apos gravidez que persiste
  • farinha branca regula o transito intestinal
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: