10 benefícios do mel para a nossa saúde

Rudney Alimentos Saudáveis 24-04-15 Alimentos saudáveis, benefícios do mel, mel comentários

O mel é um produto que as abelhas produzem a partir da transformação do néctar das flores, e é utilizado para fins de alimentação na colmeia. O mel de abelha tem sido amplamente estudado por seu grande número de propriedades como um anti-séptico, estimulante, calmante, laxante, diurético, bactericida e por seus muitos benefícios para o corpo humano.

O mel fornece os minerais cálcio, cobre, ferro, magnésio, manganês, zinco, fósforo e potássio. Também estão presentes ácidos aminados, ácidos orgânicos (ácido acético, ácido cítrico, entre outros.) e vitamina B, C, D e E. O mel também tem uma variedade considerável de antioxidantes (flavonoides e fenólicos).

Quando sofremos de gripe ou dor de garganta, usamos o mel pelo seu poderoso efeito calmante. No entanto, os benefícios deste alimento não se limitam a cura de resfriados e dores de garganta. Conheça os outros beneficios do mel para a saúde.

1 – Regula o açúcar no sangue

Parece contra-intuitivo que o mel regula o açúcar no sangue, mas o segredo dessa sua capacidade está em sua quantidade de frutose e glicose. Quando o mel é consumido, a porção de frutose permite que a glicose seja captada pelo fígado para formar glicogênio, que se torna disponível para o cérebro, coração, rins e células vermelhas do sangue. Isto melhora a função dos órgãos e tecidos essenciais, eliminando a glicose a partir da circulação e, assim, reduz o açúcar no sangue.

2 – Reduz o estresse metabólico

O estresse, é o resultado emocional, psicológico ou fisiológico do corpo, como estresse metabólico. Uma função da glândula supra-renal é produzir adrenalina e cortisol, que estimula a decomposição da proteína muscular em aminoácidos para fazer novos açúcares. Isso ocorre quando o cérebro pensa que está em risco de ficar sem combustível.

O mel natural produz glicogênio no fígado, que é a reserva da energia necessária pelo cérebro para a sua função normal. Teremos glicogênio suficiente se comemos mel no café da manhã, antes de ir para a cama e em intervalos regulares ao longo do dia (especialmente antes e após o exercício), essas reservas de glicogênio do fígado vão impedir a liberação de hormônios do estresse.

3 – Promove o sono de recuperação

Consumir mel antes de dormir, estimula o relaxamento à noite. O açúcar natural encontrado no mel produz uma ligeira secreção de insulina, o que permite que o triptofano entre no cérebro mais facilmente e, assim, permite a secreção de melatonina, um hormônio vital para a regulação diária do sono. É, portanto, altamente recomendável comer uma colher de mel com um copo de leite morno (que contém triptofano) antes de dormir, para ter um sono repousante.

4 – Combate a prisão de ventre

O mel tem um alto teor de fruto-oligossacáridos (FOS), que embora tenha uma função principalmente energética, ao chegar ao cólon comportam-se de uma forma semelhante a da fibra vegetal: captam a água aumentando o volume das fezes e originam gases que aumentam o peristaltismo intestinal e a mobilidade intestinal. Na verdade, o mel é um grande aliado para prevenir a prisão de ventre, devido ao seu efeito laxante.

Também é um dos alimentos preferidos das bactérias benéficas que habitam o cólon (nossa flora intestinal), responsável pela fermentação e putrefação de resíduos alimentares que darão lugar as fezes.

5 – Melhora a função cerebral

Ter um cérebro que funcione adequadamente e seja saudável é um dos objetivos do ser humano. Como chegar lá é um problema mais complicado. Você tem que fornecer a energia que precisa para que suas células desempenhem suas funções adequadamente. O papel do cálcio no cérebro é importantíssimo, porque os neurônios utilizam o cálcio para originar o sinal elétrico, que é conduzido de um neurônio para outro para se comunicarem. Se não houver quantidade suficiente de cálcio, o cérebro não funciona corretamente. Informações científicas tem mostrado que o mel natural ajuda a absorver e fixar cálcio no organismo, promovendo bom funcionamento do cérebro.

Além do cérebro, sendo um excelente recalcificante também ajuda a evitar problemas de osteoporose e outros problemas ósseos.

6 – Trata a acne e outros problemas cutâneos

A maioria das pessoas sofrem de acne pelo menos uma vez na vida. As causas mais importantes são o desequilíbrio hormonal e colonização bacteriana da pele.

Alguns remédios naturais proporcionam cobertura antibacteriana comparável à dos produtos comerciais, com a vantagem de que são melhor tolerados do que os produtos químicos convencionais. Desses remédios naturais, o mel é uma das melhores opções para o tratamento da acne causada por bactérias.

Como agente antimicrobiano, o mel age através de vários mecanismos:

– Priva os micróbios da umidade que necessitam para sobreviver.
– As abelhas também adicionam uma enzima chamada glicose oxidase ao mel. Com a aplicação de mel à ferida, esta enzima provoca a liberação de peróxido de hidrogênio. O peróxido comporta-se de maneira semelhante ao de medicamentos populares usados contra a acne, como o peróxido de benzoílo.
– Reduz o pH da superfície da pele à qual é aplicado. O mel tem um pH entre 3,2 e 4,5. Esta acidez é suficiente para matar a maioria dos micróbios.

7 – Previne alergias

As abelhas transportam o pólen de flores que pioram alergias sazonais, e parte deste pólen é incorporado ao mel. Consumir mel pode ajudar o corpo a aceitar o pólen sem rejeição e a alergia desaparece.

8 – Estimula o sistema imunológico

O mel tem propriedades antibacterianas e antifúngicas que o tornam ideal para estimular o sistema imune, e não apenas quando é ingerido, mas também quando é aplicado topicamente na pele. Estas propriedades ajudam a manter feridas e cortes limpos e mantê-los livres de infecção, por isso é um bom anti-séptico natural.

9 – Reduz o colesterol

Outra curiosidade sobre os muitos benefícios do mel é que ele também ajuda a reduzir o colesterol nas artérias e promove a digestão.

10 – Bom para o coração

O mel também é altamente recomendável para evitar problemas de coração, pois reforça o movimento e ritmo do coração.

Remédios caseiros com mel

Remédio para insônia – Misture duas colheres de sopa de mel em um copo de leite morno, tome antes de dormir.

Remédio para tosse – Misture 4 colheres de sopa de mel com o suco de um limão, esquente em banho maria e deixe descansar. Tome uma colher de chá a cada duas horas.

Remédio para úlceras de estômago – Tome uma colher de chá de mel com o estômago vazio, uma hora antes de comer qualquer alimento.

Remédio para o estresse e ansiedade – Tome uma colher de chá de mel 6 vezes por dia, isso vai proporcionar tranquilidade e relaxamento ao corpo.

Contra-indicação

O mel não deve ser dado a crianças menores de um ano de idade. Essa restrição é por causa do botulismo, uma doença grave causada por bactérias e que pode ser fatal. O mel, pode estar contaminado com esporos da bactéria Clostridium botulinum, responsável pela transmissão do botulismo. O sistema imunológico de crianças até um ano, ainda está desenvolvido para combater essa bactéria.

Mais informações

São incontestáveis as ​​excelentes propriedades do mel. Seu consumo reporta inúmeros benefícios ao organismo. No entanto, lembre-se que este alimento contém açúcar suficiente, por isso, o nosso conselho é consumir com cautela. O mel também apresenta outras variações, como o mel de eucalipto que também fornece muitos benefícios para a saúde.

Este Post te ajudou?
  
  • função do mel
  • funções do mel
  • o mel de abelhas os benefícios no exercício físico
  • benefícios do mel exercícios
Deixe sua opinião:
Posts Relacionados: