10 alimentos comuns que podem causar câncer

Rudney Dicas Saúde 18-12-15 Câncer, cancer e alimentação, o que pode causar cancer comentários

Os alimentos que aumentam as chances de termos um câncer são tão comuns quanto pensamos e fazem parte da alimentação de muitas pessoas. A declaração de que “tudo provoca câncer”, pode parecer um exagero popular, e algumas pessoas usam tal frase para justificar suas próprias falhas na dieta e estilo de vida, especialmente em sua relação com o risco câncer. Mas a verdade da questão é que muitos alimentos comuns, de fato têm demostrado cientificamente o aumento do risco dessa doença.

Muitos alimentos produzidos hoje em dia, podem afetar nossas células, levando a uma multiplicação celular, o que pode alterar nosso material genético, podendo surgir um tumor. No entanto, vários desses alimentos não trazem qualquer benefício para a saúde e podem ser eliminados da dieta.

Alimentos cancerígenos

Alimentos geneticamente modificados (transgênicos)

Não é nenhum exagero dizer que os alimentos transgênicos não fazem falta na dieta, especialmente agora que
tem sido demonstrado que produtos químicos usados ​​para cultivá-los, podem aumentar o crescimento de tumores.

Carnes processadas

Produtos de carne processadas, incluindo salsichas, bacon, linguiça e peito de peru contêm conservantes químicos que os tornam mais “atraentes”, mas que também podem causar câncer. Tanto o nitrito de sódio e nitrato de sódio, presentes nesses alimentos, têm sido associados com aumento significativo do risco de câncer de cólon e outros tipos de câncer. Esses alimentos podem ser excluídos da dieta, já que não colaboram em nada para a nossa saúde.

Pipoca de microondas

Sacos de pipoca de microondas também fazem parte dos alimentos que causam câncer, pois são fabricados com produtos químicos que estão ligados ao aumento de câncer do fígado, testículos e pâncreas, além de poderem causar infertilidade. O ácido perfluorooctanóico (PFOA) contido no forro do saco de pipoca de microondas é conhecido como “provável” agente cancerígeno, e vários estudos independentes têm ligado o produto químico ao aumento de tumores. Do mesmo modo, o produto químico diacetil utilizado na própria pipoca, também está ligado uma das possíveis câncer de pulmão.

Refrigerantes

Carregados com açúcar, sódio, produtos químicos e corantes alimentares, os refrigerantes acidificam o corpo e alimentam literalmente as células cancerosas. Produtos químicos comuns como caramelo e o seu derivado de 4-metilimidazole (4-MI), também têm sido associados especificamente como uma das possíveis causas do câncer.

Uma revisão científica recente, emitida pela Autoridade de Segurança Alimentar Europeia (EFSA) de mais de 20 estudos independentes, descobriu que o aspartame, um dos adoçantes artificiais mais comuns dos refrigerantes, provoca uma série de doenças, incluindo câncer e defeitos congênitos.

Outra substância usada principalmente em refrigerantes “zero”, chamada ciclamato de sódio, é proibida nos Estados Unidos, mas no Brasil ainda é utilizada. Ela está associada ao aparecimento de câncer no trato urinário.

Farinha branca refinada

A farinha refinada é um ingrediente comum em alimentos processados ​​e é um dos alimentos que causam câncer, principalmente por seu excesso de carboidratos refinados, que é um sério motivo de preocupação. Um estudo publicado na revista Cancer Epidemiology, descobriu que o consumo regular de carboidratos refinados foi associado com um aumento de 220% do risco de câncer de mama entre as mulheres. Alimentos com alto índice glicêmico também tem sido demonstrado ao aumento rápido dos níveis de açúcar no sangue, que alimenta diretamente o crescimento de células cancerosas e sua propagação.

Açúcar refinado

O mesmo se aplica para os açúcares refinados, que tendem a aumentar rapidamente os níveis de insulina e estimular o crescimento de células cancerosas. Os edulcorantes, ricos em frutose tais como o xarope de milho de alto teor de frutose (HFCS), são particularmente perigosos, uma vez que facilitam a metabolização das células cancerosas e sua proliferação. Biscoitos, bolos, refrigerantes, sucos, molhos, cereais e muitos outros alimentos comerciais populares, a maior parte processados, são carregados com HFCS e outros açúcares refinados.

Alimentos não orgânicos

Muitas pessoas pensam que estão comendo saudável quando compram maçãs, uvas, morangos e outras frutas, verduras e legumes do supermercado. Mas a menos que esses frutos sejam orgânicos ou livres de pesticidas, podem ser um risco significativo de câncer. O Grupo de Trabalho Ambiental (EWG) constatou que até 98% de todos os produtos convencionais, incluindo as frutas estão contaminados com pesticidas que causam câncer.

Salmão de cativeiro

O salmão de cativeiro é outro alimento com alto risco de câncer, de acordo com Dr. David Carpenter, diretor do Instituto de Saúde e Meio Ambiente na Universidade de Albany (EUA). De acordo com sua avaliação, o salmão de cativeiro não só carece de vitamina D, mas muitas vezes está contaminado com substâncias químicas cancerígenas, como os PCBs (bifenilos policlorados), pesticidas e antibióticos.

Óleos hidrogenados (gorduras trans)

Eles são comumente usados para preservar alimentos processados ​​e manter produtos perecíveis. Mas os óleos hidrogenados também chamados de gorduras trans, alteram a estrutura e flexibilidade das membranas celulares no corpo, o que pode conduzir a um número de doenças debilitantes, tais como o câncer. Alguns fabricantes de alimentos estão eliminando o uso de óleos hidrogenados por alternativas mais seguras, mas as gorduras trans estão sendo amplamente utilizadas em alimentos processados. Óleos hidrogenados estão entre os principais alimentos que causam câncer.

Churrasco

A fumaça do carvão apresenta alguns componentes cancerígenos, como o alcatrão e o hidrocarboneto policíclico aromático. Esses componentes se fixam na carne e outros alimentos preparados na churrasqueira e possuem também possuem fatores mutagênicos que levam ao aparecimento de tumores.

Mais informações

Como dito anteriormente, a maioria desses alimentos que podem causar câncer não acrescentam benefício algum a nossa saúde, sendo assim, podem ser evitados ou excluídos de nossa dieta. Se você acha que não consegue parar de consumi-los, o melhor é que pelo menos moderar sua ingestão.

Este Post te ajudou?
  
    Deixe sua opinião:
    Posts Relacionados: